O Poder Reconciliador no Brasil


"Estando em São Paulo no ano de 2015, fui convidado para pregar em uma igreja "Inclusiva", reconhecida como a maior do Brasil. Na oportunidade, falei sobre como a ação divina  estava acontecendo em igrejas tradicionais históricas, no sentido de promover nestas igrejas uma visão inclusiva, que mudaria o rumo do cristianismo protestante no Brasil. Isso porque sempre reconheci o meio tradicional como um campo fértil para que grandes avivamentos aconteçam, tendo como base o fato de possuírem em sua membresia uma maioria pessoas comprometidas com o conhecimento e prática religiosa fundamentadas no evangelho, sem estrelismo ou emocionalismo irracional.

Paulatinamente, tenho visto o cumprimento desta previsão - igrejas outrora fechadas para a Comunhão Aberta aos LGBTQIS, têm sido impactadas pelo poder Reconciliador do Evangelho. Isso é prova de que a Comunhão Aberta encontra respaldo bíblico e vem ganhando força entre muitos cristãos brasileiros.

No dia 02 junho de 2018, em uma votação histórica, no Sínodo da Igreja Anglicana brasileira, realizado em Brasília, foi decidido que todas as igrejas anglicanas do Brasil passam a professar a Comunhão Aberta aos LGBTQIS, oferecendo a estes o direito de membresia e constituição familiar por meio do casamento Religioso. Isso aconteceu justamente no ano em que os anglicanos completam 128 anos em solo brasileiro.

Sínodo da Igreja Anglicana Realizado em Brasília


É uma questão de tempo para que outras igrejas tradicionais históricas façam o mesmo aqui no Brasil. Algo que já é realidade nos Estados Unidos e em alguns países da Europa. É uma reação em cadeia. Ademais, dentre as igrejas tradicionais históricas no Brasil, estão os metodistas que representam uma boa parcela de cristãos protestantes brasileiros e têm sua origem no protestantismo anglicano inglês, sendo por isso, influenciados a pensar e a debater sobre o assunto (pelo menos foi assim nos Estados Unidos e em alguns países da Europa).
 
Apesar de as igrejas tradicionais históricas não serem maioria em número de fiéis, elas exercem grande influência no pensamento teológico brasileiro. Diferente dos cristãos pentecostais e neo-pentecostais, os cristãos tradicionais costumam tomar decisões pautadas em muitos estudos, análise de causa,  tempo de reflexão e amadurecimento das reflexões. 

Diante disso, como pastor Reconciliador no Brasil, sinto-me honrado em fazer parte de todas estas mudanças, contribuindo para que o Evangelho Reconciliador alcance a todas pessoas e segmentos".

Comentários

  1. Temos vivido mudanças históricas importantíssimas, creio que grandes coisas aconteceram.Que Deus nos ajudem a entender os seus propósitos que tenhamos sensibilidade e discernimento acerca das coisas espirituais.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Uma reflexão sobre o Tempo (Esboço de pregação)

Esterilidade Espiritual

Matéria sobre a Bíblia Comentada Graça sobre Graça - Site RIUS