Impagável (Priceless – Movie)


No dia 14 de outubro, estreou nos cinemas dos Estados Unidos o filme “Impagável” (Priceless). Neste filme, o personagem principal, James, após ter perdido sua esposa em um acidente de carro, perde o emprego, fica em apuros e vai para a prisão, porque se envolveu com coisas erradas. Ao sair da prisão, ele não consegue encontrar trabalho para garantir seu próprio sustento e o de sua filha, que acaba sendo entregue ao Serviço de Proteção a Menores.
A vida que James tanto amou está indo de mal a pior – ele se vê envolvido em desespero, ressentimentos e amarguras.
Mas um amigo, sabendo de suas dificuldades, indica-lhe uma vaga para motorista de caminhão. Segundo seu amigo, ele só precisaria dirigir o caminhão e fazer uma entrega, sem se preocupar com o tipo de carga que transportaria. Então, James aceita o trabalho.
Ao longo do caminho, James descobre que sua carga é na verdade, duas moças mexicanas, que eram irmãs. Elas dizem a James que estão viajando para conseguir emprego como garçonete e empregada, pois precisam ganhar dinheiro para pagar as dívidas da família.
James percebe uma força de caráter e fé na mais velha das duas irmãs. Ao chegar ao ponto de entrega da carga, James entende que na verdade, estava vendendo as duas irmãs à escravidão. Esse era o trabalho.
No entanto, aquele contexto fez com que James refletisse e dissesse para si: “Eu queria fazer a coisa certa, pela primeira vez”.
Durante o resto do filme, vemos James lutando para salvar as duas irmãs e reconstruir sua vida da maneira correta.
O filme retrata a questão do tráfico de seres humanos de uma forma muito realista e perturbadora. Ele traz à luz um problema muito grave em todo o mundo: O tráfico de pessoas.
De acordo com estudos, de 600,000 a 800,000 pessoas são traficadas ao redor do mundo a cada ano. 80% são do sexo feminino e 50% são crianças. De acordo com estimativas, 80% destas pessoas estão envolvidas com a exploração sexual. Estes mesmos estudos dizem que existe atualmente no mundo de 20 a 30 milhões de escravos.
A Igreja de Cristo não pode ser indiferente quanto a isso, pelo contrário, devemos orar e agir para que as cadeias que prendem estas pessoas à escravidão sejam quebradas, pois esta é a vontade de Deus para todas as pessoas: “Que todos sejam livres!”.
A liberdade que Deus oferece a todas as pessoas, por meio de Jesus Cristo, é plena, gratuita e eficiente. É plena porque abrange todas as esferas da vida humana (física, emocional e espiritual). É gratuita porque Jesus pagou o preço por todas as pessoas – ele pagou preço de sangue, pois deu a sua vida por todos. É eficiente porque contínua libertando vidas do poder da escravidão, seja ela espiritual ou física.
A Igreja de Cristo deve levar esta mensagem de liberdade a todas as pessoas, saindo de si em função dos que clamam por socorro. Cada cristão deve ser agente propagador do Evangelho da Graça.
Jesus pagou o preço que era impagável por qualquer pessoa, mas nem sempre estamos dispostos a pagar o preço necessário para que esta mensagem de libertação atinja mais e mais pessoas.   

Pastor Marvel Souza


Comentários

  1. Palavras e reflexão brilhantes!!! Verei o filme tal logo seja possível e com uma visão ética cristã, graças aos seus comentários. Obrigado! Kleber Possamai

    ResponderExcluir
  2. Palavras e reflexão brilhantes!!! Verei o filme tal logo seja possível e com uma visão ética cristã, graças aos seus comentários. Obrigado! Kleber Possamai

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Uma reflexão sobre o Tempo (Esboço de pregação)

Comprensión Biblica sobre la Homosexualidad

Esterilidade Espiritual